A Mercer acelera o processo para disponibilizar portfolios de investimento discricionário com zero emissões líquidas (net-zero) de carbono até 2050, como parte do seu plano relativo às soluções globais de investimento.

 

Consistente com o seu objetivo de ter a sustentabilidade como ponto central da sua abordagem à área de investimentos, a Mercer comprometeu-se a atingir um objetivo de net-zero emissões de carbono até 2050 para todos os seus clientes Europeus e Asiáticos com portfolios discricionários e a maioria dos seus fundos multi-ativos, multi-clientes domiciliados na Irlanda.1 Isto representa um total de GBP 31,5/EUR 36,7 / USD 43,7 mil milhões em ativos sob gestão a 31 de dezembro de 2020. Para o alcançar, a Mercer espera reduzir as emissões de carbono dos portfolios em, pelo menos, 45% até 2030, tendo por base os níveis de 2019.2 [i]

 

O compromisso está alinhado com o objetivo de limitar a 1,5ºC o aumento da temperatura global e com as ambições do Acordo de Paris.

 

Rui Guerra, Partner da Mercer, comentou: "Como tem transmitido o CIO da Mercer, Niall O’Sullivan, a Mercer está a comprometer-se a investir num cenário de 1,5ºC por considerarmos que é do interesse financeiro dos nossos clientes e dos nossos colaboradores. Outro fator que contribui para esta situação é a crescente procura de uma abordagem rigorosa e mensurável sobre o investimento responsável por parte dos participantes e Associados dos planos de pensões.”

Rui Guerra, acrescentou: "A Mercer tem apostado muito na área da sustentabilidade e, como líderes em research, consultoria e soluções na área da sustentabilidade, estamos entusiasmados por estar a dar um passo tão significativo como parte da nossa estratégia global para apoiar os clientes a alcançarem o net-zero".

 

No âmbito de um plano de transição climática, a Mercer irá trabalhar em estreita colaboração com os gestores de investimento das suas soluções para identificar e gerir um plano de redução de emissões faseado.

 

"A nossa ferramenta interna ACT (Analytics for Climate Transition) ajuda a definir um caminho de transição e de posicionamento das carteiras de investimento para a mudança.", disse Rui Guerra.

 

Os progressos em matéria de emissões absolutas e redução de intensidade de carbono serão monitorizados anualmente - juntamente com análises sobre a capacidade de transição e alocação a soluções "verdes" - utilizando a referida ferramenta Analytics for Climate Transition (ACT), lançada pela Mercer em novembro de 2020.

 

Para mais informações sobre como resolver os desafios dos investidores, por favor visite o nosso website.

 

_______________

1 Definido como emissões absolutas de carbono, por $M de FUM e Scope 1&2 para 11 Fundos Mercer multi-ativos em agregado e para cada cliente participante com uma carteira discricionária de crescimento. - Para clientes com carteiras de crescimento discricionário, considerou-se o total de AUM.

2 Por dólar de ativos sob gestão. Embora os fundos continuem a manter um objetivo de investimento de procura de crescimento de capital e rendimento a longo prazo, também promovem características ambientais através de uma descarbonização progressiva com vista a atingir emissões líquidas zero até 2050.


Sobre a Mercer

A Mercer dedica-se à construção de futuros mais brilhantes, através da redefinição do mundo do trabalho, da melhoria dos resultados em pensões e investimento e da promoção da saúde e bem-estar das pessoas. A Mercer tem cerca de 25,000 colaboradores em 43 países e opera em mais de 130 países. A Mercer é uma subsidiária da Marsh McLennan (NYSE: MMC), a empresa líder global em serviços profissionais nas áreas de risco, estratégia e pessoas com 76.000 colaboradores e com receitas anuais de mais de 17 mil milhões de dólares. Através dos seus negócios líderes de mercado, incluíndo Marsh, Guy Carpenter e Oliver Wyman, a ajuda os clientes a navegar num ambiente cada vez mais dinâmico e complexo. Para mais informações, visite www.mercer.com. Siga a Mercer no Twitter @Mercer.

CONTACT INFORMATION