De acordo com o recente estudo da Mercer, o bem-estar dos colaboradores é uma das prioridades na agenda dos responsáveis de recursos humanos. A preocupação com a experiência do colaborador e o seu bem-estar envolve criar uma cultura para garantir que os seus colaboradores prosperam.

 

No entanto, as empresas enfrentam alguns desafios em disponibilizar aos seus colaboradores e às suas famílias uma experiência de saúde e bem-estar no ambiente de trabalho virtual. Têm como desafio novas abordagens, incluindo a promoção da saúde fora do local de trabalho.

 

Um trabalho maioritariamente remoto tem os seus desafios. Isto significa que as empresas precisam considerar novas formas de identificar necessidades, identificar soluções e criar uma cultura de promoção de saúde nos quatro pilares do bem-estar:

Bem-estar físico: Acesso a cuidados de saúde que preservem e protejam a saúde. Consultas, alimentação saudável, pratica de exercício físico e manter-se seguro – é por norma diferente para trabalhadores remotos.

Bem-estar emocional: Acesso aos cuidados neste âmbito é uma das tendências atuais. Atuar proactivamente sobre o stress emocional, e nutrir o sentimento de propósito nos colaboradores é essencial.

Bem-estar financeiro: O aumento da literacia financeira dos seus colaboradores precisa ser reforçado – para a criação de orçamentos individual e familiares, opções de refinanciamento ou reembolso de despesas.

Relações sociais: É vital considerar as novas dinâmicas na prestação de cuidados, relações sociais, recursos obtidos através da comunidade, voluntariado e políticas de licença de trabalho.


3 formas de começar a considerar o bem-estar dos seus colaboradores

Contacte-nos

A Mercer apoia as empresas a adaptarem-se e prosperarem em tempos incertos. Estamos aqui para o apoiar. Contacte-nos através do formulário em baixo:

*Campo Obrigatório