Diferenca no valor das Pensoes entre genero – Passar a acao

Os nossos Estudos / Career /

Diferença no valor das Pensões entre género – passar à ação
Calendar27 Julho 2017

As empresas estão conscientes que têm um papel crucial para que os seus colaboradores se reformem com um rasoável conforto financeiro. No entanto, a diferença do valor da pensão de reforma varia fortemente entre Género - Existe uma significativa disparidade entre o valor das pensões de reforma dos homens e das mulheres na UE (40%).

No novo relatório da Mercer The Gender Pension Gap – From Awareness to Action, a Mercer destaca os principais fatores que se encontram por detrás destas desigualdades de género ao nível das reformas, como irão impactar as empresas e como as mesmas podem começar a trabalhar esta questão, com o objetivo de:

  • Aumentar a produtividade e compromisso dos seus colaboradores
  • Aumentar a performance e crescimento de negócio
  • Gerir o risco credibilidade no mercado e planear antecipadamente alterações regulatórias






 

Sub-representação entre género e falta de flexibilidade nos atuais sistemas de pensões

De acordo com a Mercer, é necessário um bom equilíbrio entre iniciativas mandatórias e não mandatórias para garantir que as mulheres tenham uma vida laboral semelhante à dos homens e que recebam pensões adequadas. Para as empresas, isto significa acelerar os esforços de promoção da igualdade de género, através da implementação de processos sólidos de equidade salarial, do apoio a todos os colaboradores e colaboradoras durante e no regresso das licenças de paternidade/maternidade, entre outros aspetos.

 

A maioria dos planos de pensões é desenhada para uma carreira contínua de 40 anos com trabalho a tempo inteiro e poucas interrupções; esta regra infelizmente não reflete as necessidades específicas das mulheres. As empresas devem rever estes planos de benefícios e implementar uma abordagem ajustada a cada género para garantir que estão refletidas as necessidades específicas da força de trabalho feminina - Cristina Duarte, Principal da Mercer Portugal

Aversão ao risco entre género

Este estudo verificou igualmente que as mulheres tendem a demonstrar menos confiança na hora de tomarem decisões financeiras e são mais cuidadosas em assumir riscos.

Esta tendência foi confirmada pelo Master Trust da Mercer que demonstra que 62% mulheres estão mais dispostas a investir num fundo defensivo, com uma expectativa de crescimento mais baixa, do que os homens. Apesar desta aversão ao risco poder conduzir a uma menor instabilidade no que diz respeito às poupanças da reforma, pode também reduzir significativamente a pensão à idade de reforma.

Desta forma a comunicação de benefícios, que se baseia nas circunstâncias pessoais de uma mulher, terá uma maior probabilidade de conquistar a sua atenção e, posteriormente, desencadear medidas positivas. Personalizar a mensagem e usar uma linguagem mais atrativa para as mulheres pode ajudá-las a tomar decisões de investimento capazes de garantir um maior retorno a longo prazo devidamente alinhado com suas necessidades e ambições.

 

  Faça o Download do relatório completo "The Gender Pension Gap — From Awareness to Action"
Download
*Campo Obrigatório